!!> Download ➿ O Luto de Elias Gro ➺ Author João Tordo – Writerscompany.co.uk

O Luto de Elias Gro O Luto de Elias Gro mais recente t tulo da obra j numerosa de Jo o Tordo, escritor prod gio da nova gera o da literatura de fic o portuguesa Narrado na primeira pessoa desconhece se o nome da personagem principal a a o deste romance desenrola se numa ilha do Atl ntico, cujo topon mico tamb m n o nos revelado pois foi deliberadamente oculto , segundo as palavras do autor, mas que se advinha min scula j que nela viviam menos de cem pessoas e onde vamos encontrar um conjunto de per O Luto de Elias Gro mais recente t tulo da obra j numerosa de Jo o Tordo, escritor prod gio da nova gera o da literatura de fic o portuguesa Narrado na primeira pessoa desconhece se o nome da personagem principal a a o deste romance desenrola se numa ilha do Atl ntico, cujo topon mico tamb m n o nos revelado pois foi deliberadamente oculto , segundo as palavras do autor, mas que se advinha min scula j que nela viviam menos de cem pessoas e onde vamos encontrar um conjunto de personagens muito sui generis e caracter stico de uma viv ncia profundamente insular corroborada pelas suas atitudes intr nsecas e comportamentos pr prios uma hist ria de perdas profundas, de fuga a uma realidade que s se qu Um homem em busca da solid o, da introspe o, viaja para uma ilha algures no atl ntico Por m, vai encontrar personagens inusitadas que lhe v o preencher os dias levando o a descobrir a hist ria daquela ilha Um homem ref m dos seus sonhos at os pronunciar em voz alta O luto de Elias Gro o oitavo romance de Jo o Tordo e completamente diferente dos que li anteriormente.O narrador um homem completamente perdido no amor, que se entrega ao lcool para esquecer o passado Mas depressa encontr Um homem em busca da solid o, da introspe o, viaja para uma ilha algures no atl ntico Por m, vai encontrar personagens inusitadas que lhe v o preencher os dias levando o a descobrir a hist ria daquela ilha Um homem ref m dos seus sonhos at os Numa Pequena Ilha Perdida No Atl Ntico, Um Homem Procura A Solid O E O Esquecimento, Mas Acaba Por Encontrar Muito Mais.A Ilha Alberga Criaturas Singulares Um Padre Sonhador, De Nome Elias Gro Uma Menina De Onze Anos Perita Em Anatomia Alma, Uma Senhora Com Um Cora O Maior Do Que A Ilha Norbert, Um Velho Louco Que Tem Por H Bito Vaguear Na Noite E O Fantasma De Um Escritor, Cuja Casa Foi Engolida Pelo Mar.O Narrador, Lacerado Pelo Passado, Luta Com Os Seus Dem Nios No Local Que Escolheu Para Se Isolar Um Farol Abandonado, Merc Dos Caprichos Da Natureza E Dos Outros Habitantes Da Ilha Com O Vagar Com Que Mudam As Esta Es, O Homem Vai, Passo A Passo, Emergindo Do Seu Esconderijo, Fazendo O Seu Luto, E Descobrindo, Numa Travessia De Alegria E Dor, A Medida Certa Do Amor.O Luto De Elias Gro O Romance Mais Atmosf Rico E Intimista De Jo O Tordo, Um Mergulho Na Alma Humana, No Que Ela Tem De Mais Obscuro E Luminoso. Um homem decide fugir para uma ilha algures no Atl ntico eJo o Tordo apresenta nos uma hist ria que me fez sorrir, rir, ficar com o cora o bem apertadinho, e chorar Imposs vel ficar indiferente.Completamente recomendado Obrigada, Jo o Tordo, por mais uma leitura fabulosa Opini o Ser se portugu s implica carregar todo um legado emocional Se verdade que o sentimento saudade s tem palavra definida na nossa linguagem, tamb m verdade que existem pequenas particularidades que parecem ser encontradas O Luto de Elias Gro o terceiro livro que leio do Jo o Tordo, contudo o primeiro que me consegue verdadeiramente maravilhar N o me vou alongar N o vale a pena, pois n o ser suficiente Das frases perfeitas, s palavras escolhidas com engenho, passando pela habilidade das descri es completas e muito belas, que me falaram repletas de emo o, e que eu fui recebendo com prazer e espanto, na calma de cada p gina lida e por vezes relida , assimilando o estranho sentido da dor de um homem que c O Luto de Elias Gro o terceiro livro que leio do Jo o Tordo, contudo o primeiro que me consegue verdadeiramente maravilhar N o me vou alongar N o vale a pena, pois n o ser suficiente Das frases perfeitas, s palavras escolhidas com engenho, passando pela habilidade das descri es completas e muito belas, que me falaram repletas de emo o, e que eu fui recebendo com prazer e espanto, na calma de cada p gina lida e por vezes relida , assimilando o estranho sentido da dor de um homem que conta tudo menos o seu nome.Passagens sublimes sobre a solid o, sobre a necessidade de estar s , no sil ncio, para ouvir o que tem de ser ouvido, no mais profundo de si.Eu comecei este livro tr s vezes Por ter um in cio t o belo, eu quis repetir o entusiasmo da descoberta, senti que seria muito especial e guardei o o tempo que pude Pegava lhe de vez em quando e sorria com o sofrimento da procrastina o, com o adiamento, com P 19 Mais tarde, durante os meus passeios, repararia nas planta es imensas de girass is que se abriam luz e se fechavam quando a noite se punha repararia nas nuvens brancas que, por vezes, voavam t o baixo que pareciam servir de chap u quele peda o de terra repararia que, do lado ocidental, numa encosta que conduzia aos casebres e esquifes dos pescadores, havia um cemit rio onde os habitantes enterravam os seus e repararia na igreja, embora essa fosse uma vis o dif cil, com a qual lut P 19 Mais tarde, durante os meus passeios, repararia nas planta es imensas de girass is que se abriam luz e se fechavam quando a noite se punha repararia nas nuvens brancas que, por vezes, voavam t o baixo que pareciam servir de chap u quele peda o de terra repararia que, do lado ocidental, numa encosta que conduzia aos casebres e esquifes dos pescadores, havia um cem As palavras s o de Borges, mas descrevem na perfei o a ess ncia do romance escrita de Jo o Tordo feita de perdas, de descobertas, de buscas pela medida certa do amor O Luto de Elias Gro n o excep o, embora seja ainda mais interior, mais privado, do que qualquer um dos seus outros romances que j li um caminho que parece levar irrevogavelmente decad ncia do ser humano, perda de tudo, desist ncia da vida, mas que ainda assim consegue encontrar se com uma pequena luz de esperan a As palavras s o de Borges, mas descrevem na perfei o a ess ncia do romance esc Dear GoodReads,Preciso de mais estrelas Cinco, para este livro, s o manifestamente insuficientes.Um tratado sobre a dor, a solid o e o amor que nos salva de n s mesmos Uma hist ria com tantas vidas dentro Gente que carregarei comigo por muito tempo, que n o esquecerei certa O Luto de Elias Gro 2015 oitavo romance do escritor portugu s Jo o Tordo n 1975 , primeiro volume de uma trilogia denominadaa trilogia da tristeza , a que se segui a publica o de O Para so Segundo Lars D , em Novembro de 2015 O narrador, sem nome, refugia se numa pequena ilha do Atl ntico, n o identificada, onde vivem menos de cem pessoas, numa insularidade dominada pela imensid o do mar, pelos ventos fortes, pelas nuvens e pelos nevoeiros intensos, numa fuga doen a da separa o O Luto de Elias Gro 2015 oitavo romance do escritor portugu s Jo o Tordo n 1975 , primeiro volume de uma trilogia denominadaa trilogia da tristeza , a que se segui a publica o de O Para so Segundo Lars D , em Novembro de 2015 O narrador, sem nome, refugia se numa pequena ilha do Atl ntico, n o identificada, onde vivem menos de cem pessoas, numa insularidade dominada pela imensid o do mar, pelos ventos fortes, pelas nuvens e pelos nevoeiros intensos, numa fuga doen a da separa o , associada, igualmente, morte de uma filha, procurando no isolamento, f sico e espiritual, um reencontro emocional e existencial, uma tentativa desesperada de reflex o e reden o sobre o passado, as pequenas e as grandes trag dias pessoais que martirizam os pensamentos e que condiciona


About the Author: João Tordo

Is a well-known author, some of his books are a fascination for readers like in the O Luto de Elias Gro book, this is one of the most wanted João Tordo author readers around the world.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *